segunda-feira, 28 de novembro de 2011

TUDO PASSA, MENOS O VERDADEIRO AMOR

Na vida, tudo passa...
Tudo passa na vida...
Faça chuva, faça sol,
Sempre existirá o encontro e a despedida.

Numa noite tive um radiante sonho...
Tive um sonho numa noite radiante...
Sonhei que estava ao teu lado,
Mas o acordar foi decepcionante.

Sem saber o que fazer...
Fiz o que não sabia...
Levantei-me em altas horas
E pensei: Como seria?

A razão foge-me, às vezes...
Às vezes foge-me a razão...
Como louca anseio contigo estar
E entregar-me de corpo, alma e coração.

É inevitável não chorar...
O chorar é inevitável...
Você se tornou metade de mim,
Amando-me intensamente, sendo inigualável.

Sem você não sei se vivo...
Não sei se vivo sem você...
Necessito do ar, da luz, da água
E sem tua presença, o que fazer?

Sou como uma semente...
Como uma semente sou...
Que no fértil solo criou raiz
Assim também em mim, com você, uma raiz se criou.

Na vida tudo passa...
Tudo passa na vida...
Por mais que eu tente me expressar,
Sempre haverá uma palavra perdida.
 
by Milady.

Nenhum comentário:

Postar um comentário